Desperdício nunca mais

De uns meses para cá, resolvi que era a hora de parar de desperdiçar frutas, legumes e verduras. Antes, sempre que ia ao sacolão, chegava em casa e socava tudo na gaveta da geladeira. E quando ia pegar algo para consumo, estava murcho ou podre. 

A verdade é que as frutas, legumes e verduras tem pouca vida útil, mas podem durar muito mais do que imaginamos. Resolvi então, descascar, picar, lavar e separar as porções em saquinhos e armazenar no congelador. Essa tarefa não é tão simples assim, requer disciplina e disposição. Se tenho tempo, realizo este processo assim que chego em casa, ou mais tardar no dia seguinte.





A praticidade é refletida diariamente quando vou cozinhar. É só pegar as porções, colocar alguns segundos no micro-ondas para tirar o gelo e jogar na panela. Já com as frutas, quando quero fazer um suco, coloco no liquidificador com um pouco de água e pronto (esses dias comprei maracujá, tirei a polpa e coloquei na forminha de silicone para cupcake)!

As tarefas domésticas ficam mais fáceis quando tomamos certas atitudes para facilitar o dia a dia.

Minha gestação - Hidroginástica

Antes de engravidar, eu estava fazendo musculação e jump, mas assim que descobri que estava esperando um bebê, minha obestreta recomendou suspendê-los até o fim do primeiro trimestre. 

Na última consulta, ela falou: "Você pode praticar uma caminhada leve, pilates ou hidroginástica". Optei pela hidro por gostar de água e ser mais dinâmica que o pilates. Mas o que realmente me motivou, foi quando assisti o quadro da Fernanda Gentil no Esporte Espetacular sobre hidroginástica na gestação (para ler na íntegra a matéria clique aqui). 

Completadas duas semanas de aulas sem interrupções, o retorno está sendo muito positivo: tenho mais disposição, as dores no corpo e principalmente na coluna praticamente não existem mais, meu sono chega mais cedo, durmo até o outro dia sem acordar na madrugada para fazer xixi e meu corpo não está tão inchado. 



No primeiro dia de aula, a professora me instruiu a fazer os movimentos no meu tempo, sempre respirando entre um e outro. 




Como na minha turma tem quatro gestantes (incluindo eu), cinco senhoras e um senhor, a intensidade dos exercícios são de leves a moderadas, respeitando nosso ritmo. 



Além dos beneficios que a hidroginástica proporciona, as aulas são muito divertidas e relaxantes. 
Quando estou realizando os exercícios, me conecto com meu bebê, sinto os movimentos do corpo e ouço o barulha da água. Estou gostando muito das aulas e pretendo praticar hidroginástica até um dia antes do parto. 

Eu mãe

A partir do momento que começamos a falar sobre uma novidade, ela vai ser tornando real não é mesmo?! Assim está sendo em relação à minha gestação. Agora que está tudo bem comigo e com meu bebê, tenho a certeza de que a "ficha caiu" - até porque algumas situações estão contribuindo muito para isso... 

♥ Meus familiares e amigos já me viram grávida e vibraram muito com a notícia;

♥ Com o término do ácido fólico, polivitamínicos e poliminerais são ingeridos diariamente; 

♥ Ganhamos algumas roupinhas das minhas primas, amiga e cunhada;

♥ Calças leggings, pantalonas e lingeries para gestante tomaram conta do meu guarda-roupa;

♥ Nunca fui fã de sapatos com salto e após ler que gestantes devem evitar esses tipos de calçados, bota montaria, sapato oxford e sapatilhas não saem dos meus pés;

♥ Minha barriga apontou e apesar de ter alguns excessos (gordurinhas), as pessoas sentem que ela está dura quando me abraçam;

♥ Ele já tem nome e o significado é 'príncipe do lar';

♥ Pequena sabe que tem um bebê na minha barriga. Todos os dias quando chego do trabalho, sento no sofá deixando a barriga à mostra e ela dá umas cheiradas a lambidelas; 

♥ Quando vou ao supermercado, passo pelo caixa preferencial;

♥ Sinto muita vontade de comer coisas ácidas e salgadas (dizem que estes sintomas são de quem espera um menino);

♥ Meu Instagram que tem vários perfis sobre decoração, costura, moda e beleza, agora divide espaço com assuntos sobre gravidez, parto humanizado, pediatria e desenvolvimento infantil;

♥ Se vejo uma mulher grávida, trocamos sorrisos. E se dá tempo de papear, perguntamos: "Está de quantos meses";

♥ Nesta semana iniciei aulas de hidroginástica, três vezes na semana (por recomendação da minha obstetra);

♥ Minha mãe envia através do WhatsApp imagens de bebês e dicas sobre gravidez.

E todos os dias não me canso de olhar a ultrassom em que tive a certeza de que tem um menino crescendo dentro de mim... 

Bebê a bordo

Há bastante tempo gostaria de ter feito este post, mas por causa de alguns probleminhas, tive que me conter e esperar o momento certo. A grande novidade é que estou esperando um bebezinho!



No decorrer do primeiro trimestre, passei por três sustos. Em um deles por recomendação médica, fiquei de repouso total (saía do sofá ou da cama apenas para ir ao banheiro e me alimentar) e minha mãe veio para cuidar de mim. Confesso que fiquei assustada e apreensiva com essas idas emergenciais à maternidade porque jamais pensei que iria passar por isso. Imaginava que ia engravidar, espalhar a notícia pra todo mundo nas primeiras semanas, continuar com minha rotina normal e depois de nove meses, esperar ele nascer. Só que as coisas não funcionam como queremos e cada gravidez varia de mulher pra mulher. E eu, estou fazendo uso daquele ditado: "Gravidez não é doença mas requer cuidados". 

Tive que aprender a desacelerar: desde um simples sair da cama, subir e descer escadas e levantar da cadeira. Usei medicamentos e os afazeres domésticos pesados tiveram que ficar de lado. Em momento algum questionei Deus por tal situação. Aliás, só agradecia por Ele ter me dado a oportunidade de gerar um bebê. 

Apenas nossos pais e irmãos ficaram sabendo desde o início. Nossa família deu muito apoio e reforçou as orações. Nossas mães, constantemente intercedendo por nós.

Desde que eu e o esposo soubemos que uma vida está crescendo dentro de mim, todos os dias oramos com ele e pedimos para Jesus abençoar nosso filho. Cada semana completada é uma alegria. E agora que o primeiro trimestre passou, vamos curtir com mais tranquilidade minha gravidez, nos aventurar na cor azul e decidir o nome dele. 

Risoto de Queijo

O frio está chegando e nada melhor do que saborear um prato gostoso. 
A receita é simples mas requer paciência, pois o risoto deve ser regado com água quente até que fique no ponto.

Ingredientes

3 copos americanos de arroz arbóreo;
1 e 1/2 litro de aguá fervendo;
1 cebola picadinha;
4 colheres de sopa de manteiga;
1 colher de chá de açafrão;
1 colher de chá de paprica picante;
2 cubos de caldo de galinha;
Queijo ralado a gosto;
Mussarela picadinha a gosto.

Modo de preparo

Refogue a cebola na metade da manteiga até dourar. Junte o arroz, o açafrão e a páprica picante. Deixe refogar por uns 2 minutos. Dissolva os cados de galinhas na água fervendo. Acrescente ao arroz aos poucos e cozinhe bem sem deixar que a água seque por completo. Quando estiver al dent, faça um buraco no meio e acrescente o restante da manteiga e o queijo ralado. Mexa para que a manteiga derreta. Apague o fogo, junte os pedacinhos de mussarela e mexa novamente. Deixe apenas abafado para que a mussarela dê uma leve derretida. 



Para acompanhar, cheiro verde a gosto de uma taça de vinho.
Bom apetite! 
Eu, eu mesma, Gabrielle ©Todos os Direitos Reservados.
Layout por Travessura de menina I Programação por Heart Ideas - soluções criativas.